Nesta terça-feira (10), a Frente Social em Defesa dos recursos do FUNDEF reuniu-se, de forma virtual, para articular ações para a derrubada da PEC do Calote do Governo Bolsonaro que quer passar a mão nos recursos dos Precatórios do FUNDEF.

A frente social, coordenada pela CNTE e FRENTE NORTE NORDESTE, é composta por entidades sindicais, estudantis, movimentos sociais e parlamentares, encaminhou uma agenda de ações para barrar mais essa ameaça do Palácio do Planalto, que desde o início do mandato tem tratado a Educação e seus profissionais como inimigos.

Será feita uma grande articulação com parlamentares federais, estaduais e municipais, além de governadores(as) e prefeitos(as), com o objetivo de derrubar a PEC do calote.

Não podemos e nem devemos nos calar diante desses desmontes e retiradas de direitos. Construímos o Blocão da Educação que hoje faz parte desta luta e com a Frente Social vamos avançar mais ainda no proposito de defender a educação pública.

🗓 CONFIRA A AGENDA DE AÇÕES :

📌 11 DE AGOSTO: colaboração e participação no Dia Nacional de Luta pela Educação, puxado pela UNE e UBES;

📌 18 DE AGOSTO: participação no Dia Nacional de Luta dos Servidores Públicos contra a Deforma Administrativa e pela derrubada da PEC do Calote;

📌 25 DE AGOSTO: Dia Nacional de Luta contra os cortes, desvios e pela derrubada da PEC do Calote;

📌 Entrega de carta ao Congresso Nacional pedindo apoio aos parlamentares;

📌 Pressionar deputados e senadores para se posicionarem publicamente contra a PEC do Calote;

📌 Realizar Tuitaços #PrecatóriosCaloteNão; e

📌 Promover live geral contra a PEC do Calote.

✊🏽 Não ao calote e à retirada de direitos. Vamos juntos, pois a luta continua!

#PrecatóriosCaloteNão