A obra é fruto de cuidadosa pesquisa realizada pelo professor e historiador Levi Jucá durante sete anos nas mais diversas instituições de pesquisa do Estado e do Brasil, dentre eles o Arquivo Público do Estado do Ceará e a Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, incluindo o Arquivo Público Municipal de Pacoti que foi criado e organizado a partir de 2009 fazendo parte do mesmo processo de escrita do livro.

Sua narrativa aborda o histórico do município de maneira inovadora nos moldes da historiografia moderna, trazendo à baila assuntos pertinentes ao desenvolvimento da identidade sociocultural da região em questão, diferindo-se da bibliografia que ora dispomos a respeito dos municípios interioranos nordestinos, a qual geralmente se utiliza do discurso positivista, de vultos ilustres e outros heróis que não cabem à atual necessidade crítica e transformadora de nosso povo, real agente da história no âmbito coletivo. Em especial trata-se de uma questão voltada à juventude, no que concerne ao uso da obra no setor educacional como recurso didático, para a promoção da educação patrimonial e do direito à memória.

“Pacoti, História & Memória” é a primeira obra sobre o passado do município serrano.

Sem dúvida, a grande contribuição para a cultura da região do Maciço de Baturité, consiste em ser esta obra a primeira a ser publicada sobre Pacoti e incentivará novas estudos e pesquisas acerca do interior cearense, muito necessários e atualmente em ascensão. A transcrição de documentos, resgate de antigas fotografias e tabelas informativas fazem parte do layout do livro que poderá servir como recurso didático entre professores e alunos da rede pública municipal. No final de sua introdução o autor indica que “(…) passado e presente, juntos, estão para ensinar. Portanto este livro não está pronto, acabado. Ele precisa de você, do seu tempo, para funcionar como ferramenta de produção de conhecimento, que transforma e revitaliza nossa História de cada dia e aquilata nossa identidade cultural.”

Nisto, Levi Jucá buscou trilhar em oito capítulos uma história temática na tentativa de lançar luzes em diversas áreas do “universo municipal”, tratando de assuntos como educação, economia, saúde e formação sociocultural do lugar a partir do século XIX, quando da formação do povoado da Pendência que daria origem à cidade de Pacoti. Aproveitando para corrigir velhos erros historiográficos das cópias mal feitas que marcaram a ausência de pesquisas sérias e embasadas em fontes diversificadas.

Hoje, com aproximadamente 11.607 habitantes, Pacoti busca trilhar os caminhos da preservação. Isto porque, inserido no cinturão verde da Área de Proteção Ambiental – APA, o município tem deveres de conservação para com o meio ambiente, nosso maior bem. E ainda ao reconhecer os passos dados até aqui, tenta revitalizar o patrimônio cultural instituído, como se verá neste livro, em tantos anos de história.

Informações sobre o livro:

“Pacoti, História & Memória”, de Levi Jucá, Editora Premius, 2014.
331 páginas, com mais de cem imagens.

Francisco Levi Jucá Sales

Francisco Levi Jucá Sales é natural de Fortaleza, mas com raízes familiares em Pacoti, onde reside há 6 anos e desenvolve projetos de pesquisa histórica e de educação e preservação patrimonial.

É presidente da associação cultural SEMPRE – Segmento de Estudiosos da Memória e Patrimônio Regional da Serra de Baturité, por meio da qual realiza palestras, oficinas e minicursos sobre a temática da memória com ênfase na organização e preservação técnica de documentos históricos, tendo sido cofundador e diretor do Arquivo Público Municipal José Audísio de Sousa, de Pacoti.

Licenciado em História pela Universidade Federal do Ceará – UFC é professor da rede pública estadual na Escola de Ensino Médio Menezes Pimentel, onde leciona as disciplinas de História e Filosofia.

E-mail: [email protected]
Fanpage: www.facebook.com/pacotihistoriaememoria
Notícia sobre o livro no Diário do Nordeste