O Sindicato APEOC vem por meio desta repudiar a atitude arbitrária da Secretaria de Educação de Baixio, que mesmo sem a completa imunização dos(as) professores(as) e sem as condições sanitárias necessárias nas escolas, impõe que o planejamento de aula seja feito de forma presencial nas unidades de ensino.

Lamentamos que o retorno presencial no segundo semestre da rede municipal de Baixio tenha ocorrido sem nenhum respeito aos apelos da categoria, que está preocupada com o avanço da variante Delta e o fato dos(as) professores(as) e profissionais da educação não estarem completamente vacinados com as duas doses.

A APEOC de Baixio, representada pela presidenta Cosma Gomes, tentou, sem sucesso, reverter a posição da gestão municipal, inclusive protocolando ofício (06/2021) solicitando audiência com a secretária de educação nesta terça-feira (17).

Também por meio de ofício, a secretária reafirmou a imposição do planejamento presencial aos profissionais do Magistério, fato que nitidamente implica riscos à vida do profissional e no qual repudiamos com veemência.