O Sindicato APEOC, vem por meio desta, repudiar veementemente e denunciar, a ação cometida pelo Prefeito de Senador Sá, José Martins Barros Júnior, em enviar uma mensagem ilegal ao Legislativo Municipal, que desvaloriza os(as) professores(as) temporários(as), que receberão, segundo o Projeto de Lei, abaixo do Piso Salarial do Magistério.

De acordo com o parágrafo único do Artigo 1º do PL enviado, o quadro de temporários terá salário base no valor de R$ 1.443,06, para uma jornada de 20h semanais, podendo ser ampliada a carga horária de acordo com a necessidade da escola, para 40h, chegando ao salário de R$ 2.886,12, abaixo do Piso do Magistério de R$ 3.845,63.

O Sindicato APEOC repudia esse verdadeiro golpe na valorização dos Profissionais da Educação, e tomará as medidas cabíveis para impedir esse retrocesso no município de Senador Sá