O Sindicato APEOC promoveu neste fim de semana encontros com os profissionais da Educação aposentados ou afastados aguardando aposentadorias dos municípios de Ipu e Viçosa do Ceará. Representando a entidade estavam o secretário para Assuntos Jurídicos do Sindicato APEOC, Sergio Bezerra, e a diretora da entidade, Lilá Costa.

 

Em Viçosa do Ceará, o encontro foi na Escola Deputado Manoel Rodrigues, no último sábado (11). Na cidade de Ipu, a reunião aconteceu na última sexta (10) na sede da APEOC local, e contou com um número expressivo de servidores. Nos dois locais, o Sindicato APEOC esclareceu dúvidas dos aposentados sobre processos que tramitam na Justiça e deu informes sobre o atendimento do ISSEC relacionado a procedimentos de saúde na capital e no interior.

Sérgio Bezerra destacou a lei nº 15.567/2014, que garantiu ao professor afastado aguardando aposentadoria o direito de se aposentar sem perder a gratificação extraclasse. Ele frisou ainda o reconhecimento do Governo acerca do direito dos professores receberem 200 horas mensais por força de uma liminar conquistada nos anos 1980. A negação deste direito vinha impedindo a aposentadoria de milhares de professores.

O secretário para Assuntos Jurídicos da entidade também explicou a tramitação dos processos referentes aos descontos indevidos ocorridos nos vencimentos dos profissionais da Educação durante o período em que aguardavam a aposentadoria.

Reforma da Morte

A entidade também destacou os riscos que professores, funcionários e trabalhadores de um modo geral estão correndo se a Reforma da Previdência for aprovada pelo Congresso Nacional.  A proposta acaba com a aposentadoria especial dos professores e iguala o tempo mínimo de contribuição para homens e mulheres.