O Sindicato APEOC, representado pelo presidente, Anizio Melo, viajou à Brasília nesta quinta-feira (29), para mais uma missão na luta pelos Precatórios do FUNDEF da Rede Estadual do Ceará. Desta vez, a audiência com o presidente do STF, o Ministro Dias Toffoli. A reunião é fruto de articulação do presidente Anizio Melo e do deputado federal JHC, do PSB Alagoano.

Foi formada uma comissão para a audiência com o Ministro Dias Toffoli, composta por Anizio Melo (presidente Sindicato APEOC); Rui Oliveira (presidente APLB); e Valdir Silva (presidente ASPROLF).

Em pauta, a ACO 683, ação do Governo do Ceará contra a União, requerendo o recálculo dos repasses do FUNDEF nos anos de 1998 a 2006. O montante pode chegar a quase 2 bilhões de reais que deverão vir para o Ceará em forma de precatório. O Sindicato APEOC defende que todo o dinheiro seja destinado à Educação, com 60% para a valorização do Magistério e 40% para investimentos na rede de ensino e pagamento de funcionários.

“Essa é a oportunidade de mostrarmos ao Ministro Dias Toffoli a nossa posição de que o dinheiro do antigo FUNDEF é da Educação e deve ser investido na valorização do Magistério e no pagamento dos funcionários da Educação”, afirmou Anizio Melo.