Em reportagem intitulada: “Cenário de volta segue indefinido no ensino público estadual do Ceará”, o jornal Diário do Nordeste entrevistou o presidente do Sindicato APEOC, Reginaldo Pinheiro. Segundo o professor, a rede pública deve encerrar o segundo semestre com atividades remotas.

O presidente da APEOC afirma ainda que o atual cenário epidemiológico da Covid-19 somado às dificuldades das escolas adaptarem os protocolos sanitários impossibilitam a volta dos alunos às salas de aula físicas. Nosso presidente reitera a posição contrária ao retorno presencial neste ano, porem, reafirma que mantém um “diálogo aberto” com a SEDUC para discutir o fechamento do ano letivo e o planejamento pedagógico e estrutural para 2021. Reginaldo Pinheiro adiantou ao jornal que o Governo do Estado poderá, nos próximos dias, publicar uma portaria com base nas negociações que estão sendo feitas junto à entidade para determinar os rumos do calendário escolar da rede estadual.

“Está havendo um processo de negociação com a Seduc, inclusive estamos discutindo uma espécie de portaria que vai tratar disso. Está sendo trabalhada, mas eu não posso adiantar porque ainda não está fechada. A nossa expectativa é que por essa semana ou, no máximo, na próxima, já haja uma posição oficial dialogada com a categoria”, pontuou o presidente da APEOC.

 

ACESSE AQUI A MATÉRIA NA ÍNTEGRA