ACESSE AQUI a matéria completa do BLOG DO ELIOMAR

 

Neste domingo, o Sindicato APEOC, que representa os professores, conseguiu negociar com o Estado a suspensão da tramitação da proposta que desde a quinta-feira última está em comissões na Assembleia Legislativa do Ceará

O Governo do Estado deverá suspender nesta segunda-feira (25) a tramitação na Assembleia Legislativa do Ceará do Projeto de Lei, de autoria do Executivo, que adia para o próximo ano o pagamento das férias dos servidores estaduais, no valor de 1/3 dos vencimentos. A mensagem do Executivo tramita pelas comissões desde a quinta-feira (21) e estava prevista para ir à pauta na terça-feira (26).

O recuo do Governo do Estado ocorreu neste domingo (24), após reunião do presidente do Sindicato APEOC, Anízio Melo, com o secretário-chefe da Casa Civil, Élcio Batista.

A categoria dos professores é a única que tira férias coletivas, normalmente em julho, e constava como alvo principal do Projeto de Lei.

“Nosso sindicato demonstra mais uma vez compromisso com a categoria, conseguindo um canal de negociação mesmo em um momento delicado, com o advento da Pandemia e da crise na saúde e na economia, apresentando ao governo uma proposta responsável e viável para o cumprimento do Acordo Salarial, além de arrancar a suspensão de um projeto de lei que atingiria em cheio os educadores”, comentou Anízio Melo.

Na quinta-feira (28), o Sindicato APEOC deverá voltar a negociar com o Governo do Estado, dessa vez tendo como pauta o piso salarial da categoria, hoje em R$ 2.557,74. O piso nacional é de R$ 2.886,24.