O Sindicato APEOC protocolou na quinta-feira (11), um oficio assinado pelo presidente em exercício, Reginaldo Pinheiro, reafirmando a posição da entidade de não abrir mão dos direitos conquistados pela categoria.

Após a garantia do gozo e pagamento do adicional de férias, obtidos na última Mesa de Negociação, o Sindicato APEOC reivindica a efetivação do Acordo Salarial fechado e anunciado no início deste ano, bem como a confirmação do pagamento da antecipação do décimo terceiro salário para os professores.

A expectativa até agora não confirmada em ter o décimo terceiro salário adiantado, angustia professores e trabalhadores da educação, visto que muitos servidores podem sofrer impactos financeiros consideráveis em razão da prática comum de contratarem, junto às instituições financeiras, serviços de crédito para antecipação de décimo terceiro salário, cujo não pagamento acarretará cobrança de juros e outros encargos financeiros.

A falta de sinalização do governador é um desrespeito a esses profissionais que estão na linha de frente no combate à Pandemia da COVID-19, não medindo esforços para garantir o acesso à educação para centenas de milhares de alunos, mesmo diante de condições de trabalho que ainda não são as ideais para aulas não presenciais.

Diante disso, o Sindicato APEOC e toda a categoria exige uma resposta do governador quanto ao cumprimento do Acordo Salarial 2020 e à antecipação do 13° salário. A Educação cumpre a sua tarefa e merece ser respeitada e valorizada.

Veja Ofício Aqui