Na quinta-feira (21), em Icó, o secretário de comunicação da APEOC, Alessandro Carvalho, o presidente da Comissão municipal em Icó, Alexandre Moura, e o assessor jurídico, Ítalo Bezerra, realizaram uma assembleia unificada com a categoria e representantes das demais entidades sindicais do município, para tratar do julgamento das Ampliações Definitivas de Carga Horária e informes gerais.

A Ampliação é uma luta do Sindicato APEOC,. Em 2018, a prefeita, Laís Nunes, entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade barrando a lei, que garantia o direito aos professores de ampliar a carga horária. A APEOC entrou na Justiça para assegurar o direito dos docentes. Em junho, o Tribunal de Justiça do Ceará, por unanimidade, deu ganho de causa aos professores do município de Icó quanto à constitucionalidade da Lei de Ampliação Definitiva de Carga Horaria, o que para o Sindicato APEOC já é uma vitória de toda a categoria.

Foi discutido na assembleia:

• Esclarecimentos sobre o julgamento das ampliações definitivas no Tribunal de Justiça;
• Precatórios do FUNDEF;
• Recomposição salarial com aplicação do índice de reajuste dos pisos de 2017 e 2018 (anos em que não houve reajuste do magistério municipal).

O Sindicato APEOC, junto com o Sindicato dos Professores da Rede de Ensino Público (SINDIPREMI), representado pelo presidente, Ednaldo Figueiredo, e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Icó (SINDSEPMI), representado pelo presidente Irlenio Silva, estão mobilizando e informando a categoria para acompanhar o julgamento das Ampliações marcado para ocorrer no próximo dia 2 de dezembro.