O Sindicato APEOC vem por meio desta, reafirmar que a entidade é representante legítima dos profissionais da Educação, com atuação em todo o Ceará. Foi criada como associação em 1962 e em 1989 transformou-se em Sindicato, quando a organização sindical do servidor público foi permitida. A APEOC teve sempre como princípio a unidade da categoria, com o diálogo aberto e franco com os demais sindicatos.

Em Caucaia, o Sindicato APEOC tem uma longa trajetória de luta, que teve início com a chamada dos aprovados do Concurso de 2009. Vem desde então em um processo qualificado de diálogo. A nossa entidade é referência em negociação, com uma vasta lista de conquistas na rede estadual e redes municipais.

Porém, mesmo com este currículo, a APEOC foi deixada de fora da mesa de negociação com o Executivo Municipal e a entidade sempre foi cobrada pelos mais de 200 filiados no município por não participar dessas reuniões.

No último dia 21 de fevereiro, finalmente o Sindicato APEOC foi representado na Mesa de Negociação, pelo presidente da Comissão Municipal, Humberto Rodrigues, pela vice-presidente, Bárbara Targino, pelo secretário, Milton Gadelha, e o tesoureiro, Max Pessoa. Estavam também presentes representantes do SINDSEP, sindicato dos servidores municipais e da Prefeitura de Caucaia.

Nossos dirigentes cobraram o reajuste de 4,17% referente ao Piso Nacional do Magistério, a atualização do Plano Municipal de Carreiras e a volta da consignação da contribuição sindical. Sobre este último ponto, a APEOC tem dialogado insistentemente com o Executivo antes de entrar com qualquer tipo de ação na Justiça.

O Sindicato APEOC considera que em um momento de grande perseguição aos direitos dos trabalhadores, o advento da “Escola Sem Partido” que pretende cercear a liberdade do professor em sala de aula, com crise no financiamento da Educação, onde tentam tirar de todas as formas os recursos do antigo FUNDEF do bolso do professor, onde o Novo FUNDEB ainda não é uma realidade e a Reforma da Previdência atinge em cheio a aposentadoria do professor, precisamos de unidade na luta sindical, com o foco principal na defesa dos direitos trabalhistas.

A Frente Norte/Nordeste em defesa da Educação é um grande marco histórico e a principal experiência de luta conjunta de todas as entidades sindicais da Educação das duas regiões, em prol dos Precatórios do FUNDEF, Novo FUNDEB e a regulamentação da Lei dos Royalties para a Educação. A APEOC defende a unidade dos sindicatos na luta pela defesa dos direitos dos profissionais da Educação.

Com tudo isso, causa estranheza a postura de alguns dirigentes do sindicato dos servidores municipais de Caucaia, que se mostraram surpresos com a presença dos representantes municipais da APEOC na Mesa de Negociação. A nossa entidade considera que não é momento de divisão e disputa. Precisamos nos unir em prol do servidor da Educação.

A Prefeitura não reajustou os salários dos professores de Caucaia, alegando impossibilidade na Lei de Responsabilidade Fiscal. Porém, o Sindicato APEOC não abre mão do aumento. É um direito e deve ser cumprido. Por isso, mais uma vez, chamamos a categoria para unidade, não podemos permitir que os docentes fiquem sejam prejudicados, já que os demais servidores municipais tiveram seus salários reajustados.

Reafirmamos que o momento pede UNIDADE na luta, em prol dos profissionais da Educação, que merecem ser valorizados.

Sindicato APEOC – Comissão Municipal de Caucaia