O Sindicato APEOC, em meio a Campanha do Outubro Rosa, chama a atenção das trabalhadoras para a prevenção ao Câncer de Mama. O autoexame das mamas, aliado ao exame da Mamografia podem salvar vidas. Quantos antes houver a descoberta do tumor, maiores serão as chances de sucesso do tratamento.

Mas a luta pelo acesso ao diagnóstico precoce e ao tratamento quando constatada a doença ainda está longe do fim. A mamografia, que é capaz de diagnosticar o câncer logo no início, ainda é um exame de difícil acesso na rede pública. Às vezes não apenas por falta de equipamento. Muitos estão quebrados e em alguns hospitais, tem o aparelho, mas faltam técnicos e médicos para o exame.

As estimativas da doença no Ceará e no Brasil não são nada otimistas. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, o Ceará deve ter só em 2018 mais de 2.200 novos casos de câncer de mama. A previsão para todo o Brasil é de 59.700 novos casos para cada ano do biênio 2018/2019. O diagnóstico tardio continua sendo o maior inimigo da cura da doença em pacientes.

Para as servidoras estaduais, vale lembrar que o Novo ISSEC já está funcionando desde o dia 1° de outubro, com consultas e exames liberados. Essa foi uma luta árdua do Sindicato APEOC, para que o servidor e a servidora estaduais tivessem um acesso digno à saúde, com um atendimento que realmente funcione.

Sindicato APEOC, na luta pela prevenção ao Câncer de Mama e por acesso ao tratamento de qualidade.