A presidente da Comissão Municipal do Sindicato APEOC em São Gonçalo do Amarante, Marneide Aires, participou nesta sexta-feira (06) de uma sessão ordinária na Câmara Municipal da cidade. A dirigente apresentou aos vereadores reivindicações dos docentes do município como ampliação definitiva, e o precatório do Fundef. Marneide também falou sobre a proposta do Novo Fundeb.

A presidente da Comissão Municipal cobrou mais empenho do Executivo para que as gratificações e as vantagens dos professores com ampliação definitiva sejam pagas, já que os profissionais só recebem os benefícios de 100 horas. O Sindicato APEOC cobra a alteração da Lei que tira dos professores o direito as gratificações. Alguns vereadores se pronunciaram e apoiaram a dirigente.

Fundef

Já sobre o precatório do Fundef, Marneide Aires informou aos presentes que o município não recebeu o recurso, mas já foi movida ação para o pagamento.

Novo Fundeb

A dirigente também falou sobre o Fundeb, que, de acordo com a legislação vigente, termina em 2020.O Sindicato APEOC defende a proposta de que o Fundo seja garantido na Constituição e revigorado com mais recursos da União, ampliando a complementação de 10 para 30%. Além disso, a entidade reivindica que o Fundeb seja permanente, assegurando os direitos já conquistados dos profissionais da Educação e a ampliação do ensino público com qualidade.