O Sindicato APEOC em Boa Viagem reuniu-se na última terça-feira (11), com a prefeita Aline Vieira, para discutir reivindicações dos profissionais da Educação no município. Em pauta: reajuste salarial dos profissionais do Magistério, reajuste salarial dos motoristas da Educação, readequação do Plano de Carreira, ampliação definitiva de carga horária e implantação de 1/3 da jornada. Atualmente, os professores contam com apenas 1/5 da jornada para planejamento.

Em relação as ampliações definitivas de carga horária, a APEOC e a prefeitura têm profundas discordâncias, existindo inclusive, uma ação judicial feita pela entidade solicitando o retorno dos professores que tinham as ampliações definitivas e foram interrompidas por decisão da prefeita. A ação foi ganha na Justiça através de uma liminar, mas vem sendo descumprida. A gestora propôs mandar um Projeto de Lei de Ampliação Definitiva para Câmara Municipal, criando número de vagas que ela julga serem necessárias para suprir as carências definitivas. A proposta será analisada pela assessoria jurídica da APEOC.

No próximo mês, a APEOC voltará a se reunir com a Gestão Municipal para tratar da reposição salarial. A prefeita se comprometeu a fazer um processo de nucleação de escolas para reiniciar as aulas no segundo semestre com escolas nucleadas.

A APEOC reuniu-se também com os professores da rede estadual de Boa Viagem para repassar os encaminhamentos da reunião. Foi acertado insistir nas negociações com a prefeitura. No dia 1 de agosto, haverá uma nova assembleia com a categoria para discutir as pautas do segundo semestre.

Presentes na reunião, o assessor sindical da APEOC, Roque Melo, a presidente da Comissão Municipal, Socorro Leocadio, e o vice-presidente, Antônio Ivandi.