ministro da Educação, Fernando Haddad, garantiu que a segurança do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está reforçada. Neste sábado e domingo, mais de 4 milhões de estudantes realizam as provas, que tiveram de ser adiadas depois do vazamento da primeira versão.

Haddad disse que o exame recebe reforços das Polícias Militares (PMs) estaduais e da Polícia Federal (PF). Os Correios fazem a distribuição das provas com uma logística muito parecida com a que é adotada na distribuição das urnas eletrônicas durante as eleições.

“Além disso, a Polícia Federal refez todo o fluxo da prova. Desde a saída do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) até os 8 mil locais onde o exame é aplicado”, destacou.