A Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura de Fortaleza autorizou a convocação de mais 548 professores do cadastro reserva do último concurso para cargos efetivos para sua rede de ensino. A titular do órgão, Ana Maria Fontenele, garante o fim da carência de docentes até o final do mês de novembro. A falta de professores na rede municipal de ensino não é reflexo de falta de planejamento, tenta explicar a titular da Secretaria de Educação de Fortaleza, Maria Fontenele, apontando dificuldades do setor público de fazer a substituição de professores com licenças de saúde e prometeu resolver o problema da atual carência de docentes com a convocação de aprovados no último concurso para professores efetivos, realizado no ano passado.

Disse ainda a secretária Maria Fontenele que os 548 professores do cadastro reserva do concurso devem assumir as vagas no dia 18 de outubro. Para explicar a falta de professores nas escolas de todas as regionais do município, a titular da Secretaria Municipal de Educação argumenta que o problema é nacional e que o setor público não pode resolver a substituição de professores como na rede privada.

Infelizmente, a direção do Sindicato APEOC entende diferente e esclarece, afirmando: o que falta é gestão com planejamento prévio para evitar o que está ocorrendo nas escolas de todas as regionais da prefeitura de Fortaleza, ainda com dois agravantes: falta de professores concursados e compromisso, de fato, com a educação de qualidade.