A direção do Sindicato APEOC realizou na tarde deste sábado (11) uma plenária com os professores do cadastro de reserva aprovados nos concursos de Fortaleza, Caucaia, Pacatuba, Maranguape e Maracanaú. O encontro ocorreu na sede do Sindicato APEOC, em Fortaleza, e contou com a presença do secretário de Assuntos Jurídicos da entidade, Sérgio Bezerra. No próximo dia 4 de março, às 14h, haverá outra reunião com o grupo de professores, na sede do Sindicato.

Veja os encaminhamentos para cada município:

Caucaia

No município de Caucaia, o Sindicato APEOC participa nesta segunda feira (13) de uma reunião na Secretaria da Educação para tratar sobre a situação dos professores concursados e sobre o aumento salarial dos profissionais do Magistério. A reunião será com o prefeito, Naumi Amorim, e com a secretária de Educação da cidade, professora Lindomar da Silva.

O Sindicato APEOC já havia conseguido junto ao Ministério Público a recomendação de que fossem chamados inicialmente os professores aprovados no concurso público de 2016 para ocupar as carências existentes, mesmo que em caráter inicialmente temporário. A recomendação foi encaminhada pelo promotor da comarca de Caucaia, Marlon Welter, no último dia 07 de fevereiro.

O promotor também recomendou que a Secretaria de Educação de Caucaia elabore estudos e produza um cronograma de nomeação para todos os candidatos aprovados que se encontram no cadastro de reserva.

Fortaleza

Com relação a Fortaleza, o secretário Jurídico do Sindicato APEOC, Sérgio Bezerra, informou que se reuniu com o promotor de Justiça de Defesa da Educação, Aurélio Silva. Na ocasião, ficou decidida a visita à juíza responsável pelo processo para dar mais agilidade ao assunto.

Maracanaú e Pacatuba

Para Maracanaú serão encaminhados ofícios ao prefeito, ao secretário de Educação e ao Ministério Público solicitando audiência para tratar da nova convocação. Já em Pacatuba, está pré-agendada uma audiência com a Secretária de Educação para depois do carnaval.

Maranguape

O Sindicato APEOC irá solicitar uma audiência com a secretária de Educação do município, Cícera Rejane Sousa, para tratar da situação dos professores concursados. A previsão é de que o encontro aconteça daqui a no máximo 15 dias.