O Sindicato APEOC, que já manifestou apoio ao ato em defesa da Educação, coordenado por estudantes, reuniu-se nesta quarta-feira (22), com diversas entidades estudantis como a UNE, ACES, UBES, UNEFORT, UJS, além de representantes de movimentos populares, como a Frente Povo Sem Medo e Frente Brasil Popular, para traçar encaminhamentos para o ato em defesa da Educação, marcado para dia 30 deste mês.

O encontro ocorreu no auditório do Sindicato APEOC e contou com a participação do assessor sindical, Kim Lopes, e do dirigente, Mikaelton Carantino, para ajudar nas articulações.

O ato que tem como foco o protagonismo estudantil em defesa da Educação, definiu durante o encontro os principais pontos do ato, que servirão para buscar apoio de outras entidades sindicais e movimentos sociais.

Ficou definido que o ponto de concentração será na Praça da Gentilândia, às 14h. Em seguida o ato seguirá pelas ruas 13 de maio, Domingos Olímpio, Carapinima e finalizando com um grande manifesto cultural, com apresentações artísticas e musicais na Concha Acústica da Universidade Federal do Ceará.

Com o apoio do Sindicato APEOC e de outras entidades, o ato que tem como objetivo dar voz e vez aos estudantes será um aquecimento para a Greve Geral no dia 14 de junho.

As principais hashtags são #Dia30VaiSerMaior #TiraaMãodomeuIF #NãoVãoNosCalar #TiraaMãodaFederal #EuDefendoAEducação