Adolescentes jogaram duas bombas caseiras na Escola Municipal Francisco Edmilson Pinheiro, no Conjunto Ceará, no início da semana, gerando um forte barulho. Professores e estudantes ficaram assustados e acionaram o Ronda do Quarteirão. Uma mãe passou mal e teve de ir para o hospital, segundo a diretora da escola Regina Célia. As aulas do período da tarde foram canceladas.

A escola foi invadida por dois adolescentes que pularam o muro e jogaram as bombas. Um deles é estudante do projeto Educação de Jovens e Adultos (EJA) e outro, ex-aluno da escola municipal. A diretora reclama da falta de proteção e diz estar aguardando uma resposta da Regional V quanto à instalação de uma cerca elétrica na escola.