Nesta quarta-feira (5), Anizio Melo, presidente do Sindicato APEOC e da FETENE, entregou ao governador Camilo Santana e à secretária da Educação, um documento oficializando a Greve Geral de 14 de junho.

Seguindo as deliberações das Centrais Sindicais, da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, a CNTE, e referendado da direção do Sindicato APEOC, foi oficializado ao governo estadual e à SEDUC, que os profissionais da Educação da rede estadual paralisarão as atividades no próximo dia 14 de junho, sexta-feira, para ir às ruas lutar por mais financiamento para Educação, pela aprovação do Novo FUNDEB, pela homologação do Concurso para professor, contra a DEFORMA da Previdência e os cortes na Educação.

“A aula será nas ruas, chamando toda a comunidade escolar para lutar uma Educação Pública de qualidade, sem amarras, laica e para todos e todas. A Educação não vai se calar. Cortes e DEFORMA, Não. Novo FUNDEB, Já! ”, afirmou Anizio Melo.

 

VEJA AQUI o Ofício da Greve Geral