O Sindicato APEOC, representada pelo vice-presidente, professor Reginaldo Pinheiro, e o secretário-geral, professor Helano Maia, reuniu-se, nesta quarta-feira (9), com a coordenadora de gestão de pessoas da SEDUC, Marta Emília, e assessoria, para tratar da convocação e nomeação da T4 e Cadastro Reserva do Concurso 2018. Participou da reunião técnica uma comissão de professores(as), composta por: Gustavo Vasconcelos, Yago Gadelha e Letícia Marques.

Sobre a T4, foi informado que a convocação e nomeação sairão da SEPLAG direto para a Casa Civil, para a publicação em Diário Oficial.

Quanto ao CR, a SEDUC informou que existem 850 vacâncias (cargos vagos) e apresentada repercussão financeira. Quanto as carências, a coordenadora da COGEP afirmou ainda que não há carência no período noturno e nem nos grandes centros, como na capital, havendo carências nas outras cidades do interior do estado.

O Sindicato APEOC avalia pleitear junto ao governador Camilo Santana, o envio de um Projeto de Lei à Assembleia Legislativa, criando cargos de professores(as), tendo em vista que foi identificada uma grande quantidade de carências, porém, poucas vacâncias, sendo essa a alternativa mais rápida de enfrentar este entrave burocrático.

A APEOC reitera a defesa da convocação de todos(as) aprovados do Cadastro Reserva e continuaremos lutando até que todos sejam convocados.

“Entendemos que a reunião técnica para analisar os números é muito importante e queremos que a audiência com o governador seja marcada o mais rápido possível. Quanto a convocação e nomeação da T4, iremos pressionar a SEPLAG para que envie o quanto antes ao Palácio da Abolição, e que a nomeação seja feita de maneira ágil e rápida”, afirmou o presidente da APEOC, professor Anizio Melo