O Sindicato APEOC solicitou e a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), enviou na terça-feira (16), uma carta ao Congresso Nacional, direcionada aos presidentes das duas Casas, líderes partidários e parlamentares, cobrando a derrubada do veto presidencial que congela até o fim de 2021 o reajuste salarial de servidores, federais, estaduais, distritais e municipais.

A proposta de congelamento salarial faz parte do Auxílio Emergencial aos Estados e Municípios (Lei Complementar 173/20). A luta agora é pelo apoio dos parlamentares para derrubarem o veto de Bolsonaro, fazendo com que a Lei vigore como havia sido aprovada inicialmente no Congresso Nacional, que por meio de muita pressão e articulação, excluiu Educação e Saúde do congelamento de salários.

No Ceará, o Sindicato APEOC e o SINDSAÚDE uniram força e lancaram a campanha #DerrubeoVeto. A derrubada do veto se faz mais que necessária para que ocorra o reconhecimento desses profissionais, que estão na linha de frente no combate ao Coronavírus, e que têm se dedicado em promover o bem estar da população.

Confira a carta Aqui