A Comissão Municipal do Sindicato APEOC em Chorozinho se reuniu na tarde desta quinta-feira (06) para debater os encaminhamentos na luta pela implantação do Piso Salarial do Magistério no município e pelo rateio/abono do FUNDEB.

Em audiência realizada na última quinta-feira, 30/12/2021, o Governo Municipal informou ao sindicato que utilizou todas as remunerações dos trabalhadores em educação do último ano para o cálculo dos 70% do FUNDEB, um inaceitável malabarismo jurídico e fiscal para dar um CALOTE nos trabalhadores da educação, que esperavam ansiosos pelos valores do rateio.

Por conseguinte, a Comissão Municipal da APEOC considera a medida do governo um desrespeito aos profissionais da educação e uma ILEGALIDADE, pois o município de Chorozinho descumpre assim a aplicação do mínimo constitucional de 70% do FUNDEB na remuneração dos profissionais da educação, visto que a Lei 14.276/21 só entrou em vigor em 28/12/2021 e seus efeitos não deveriam retroagir a todo ano de 2021.

Outra pauta discutida na reunião da Direção, foi a luta pela implantação do índice de reajuste do piso salarial 2022 na carreira do Magistério municipal. Nosso município, desde 2011, aplica o índice de reajuste do Piso do Magistério em janeiro e cobraremos para que tal postura se mantenha.

A Comissão Municipal do Sindicato APEOC deliberou também um calendário de luta e mobilização, que, por enquanto, se intensificará nas redes sociais, a fim de reverter o posicionamento do município com relação ao não pagamento do rateio e pela implantação imediata do Piso Salarial do Magistério, sem os golpes propostos por UNDIME e CNM.

CALENDÁRIO PARCIAL DE LUTA E MOBILIZAÇÃO:

• 07/01
Protocolo de ofício solicitando Mesa de Negociação para debater o Piso do Magistério 2022 e Rateio/Abono do FUNDEB 2021;

• 08/01:
1 – Lançamento de campanha virtual contra o não pagamento de Rateio/Abono do FUNDEB;
2 – início do recebimento de mídia para edição de um vídeo (informações serão repassadas em breve) ; e
3 – lançamento da página da APEOC Chorozinho no Instagram;

• 11/01
Início do mutirão da educação, com pressão virtual nas páginas das redes sociais do Governo Municipal, Prefeito, Vice-prefeito e Vereadores;

• 14/01
Lançamento do vídeo (mais detalhes serão repassados posteriormente);

• DATA INDEFINIDA – Reunião do Conselho do FUNDEB.

A Comissão Municipal se reunirá semanalmente para debater e avaliar encaminhamentos e atualização das pautas. Uma Assembleia Geral com a categoria também está prevista para o início do Ano Letivo.

Estavam presentes em nossa reunião os professores e diretores do Sindicato APEOC Alessandro Carvalho, Cleilson Coelho, Rosangela Adeodato, Eudes Anjos, Marcos Souza, Emanuelle Martins, Nair Nepomuceno, Silvangela Freitas, Flávio Almeida, Francisco Assis e Alex Costa

Nossa categoria luta e não desiste. JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!