Nesta segunda-feira (10), o Sindicato APEOC realizou, de forma virtual, a reunião da Direção Estadual da entidade, que contou com representantes de todas as regiões do Ceará e o professor Anízio Melo como convidado especial para avaliar a conjuntura nacional e estadual. Na ocasião foi aprovado a resolução politica que será a base para a discussão das plenárias regionais que acontecerão de 11 a 14 de agosto.

O documento aprovado foi apresentado pelo presidente da APEOC, Reginaldo Pinheiro, e trata da conjuntura nacional e estadual, do resultado da campanha salarial 2020 e da possibilidade ou não de retorno às aulas presenciais.

Durante o debate de apresentação do documento foram discutidos a importância da atuação do Sindicato APEOC na defesa dos direitos dos trabalhadores em Educação, o protagonismos da instituição nas pautas nacionais como Novo FUNDEB, Royalties e Precatórios e nas pautas estaduais, onde conseguimos “remar contra a maré” e garantir avanços importantes em tempos de corte e retirada de direitos dos trabalhadores.

Também foi discutido e denunciado as distorções provocadas pelo Veto de Bolsonaro, que congelou o salários dos Servidores Públicos de todas as esferas, e a morosidade do Governo Camilo, que fez com que os servidores da Educação não obtivessem o reajuste do Piso repercutido na carreira em 2020, como acordado em março.

As plenárias regionais iniciam nesta terça-feira (11) e terão continuidade até sexta-feira 14 de agosto, sendo realizadas através da plataforma zoom e tendo início às 19 horas, com até 500 participantes por plenária (confira o calendário das plenárias no fim da matéria).

Confira a resolução aprovada:

Veja também o calendário das Plenárias:

11/08 – CREDES 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8
12/08 – CREDES 10, 11, 12, 13 e 14
13/08 – CREDES 15, 16, 17, 18, 19 e 20
14/08 – CREDES 1, 9 e SEFOR