Está marcada para o próximo dia 30, na Comissão Especial da Jornada Máxima de Trabalho da Câmara Federal, a aprovação do relatório referente à proposta de emenda à Constituição que estabelece a jornada semanal de 40 horas e elaborado pelo deputado petista Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho. O seu parecer não só é favorável à diminuição da carga de 44 para 40 horas, como também aumenta o valor da hora extra dos atuais 50% para 75% do valor cheio.

Se aprovada na comissão, a proposta seguirá para o plenário. Lá, será votada em dois turnos. Há, é óbvio, divisões entre empregadores e empregados que refletem na Casa. Isso ficou claro em seis audiências realizadas nos últimos meses.