O governo federal decidiu editar uma medida provisória criando imediatamente a merenda escolar para o ensino médio. A medida prevê a liberação de R$ 574 milhões para financiar a merenda escolar no ensino médio e a expansão dos programas de transporte escolar e Dinheiro Direto na Escola – um recurso enviado para cada unidade escolar usar em manutenção -, para instituições de ensino médio e educação infantil.

A previsão do MEC é que 7 milhões e trezentos mil estudantes do ensino médio passem a receber alimentação escolar. Até hoje, apenas ensino infantil e fundamental recebiam recursos federais para a merenda. O ministério repassa a cada município e Estado um valor por aluno para a compra de alimentos.

Aliás, uma das bandeiras defendidas pelo Sindicato – APEOC sempre foi a ampliação da distribuição da merenda escolar também para os alunos do ensino médio.