Estamos diante de uma conjuntura política bastante desafiadora no âmbito nacional, que exige de nós a intensificação das mobilizações e articulações em defesa da democracia, das instituições republicanas, bem como dos direitos individuais e coletivos previstos na Constituição Federal de 1988, símbolo maior do pacto social pós-ditadura.

Todos que têm apreço por uma sociedade livre, justa e solidária devem deixar as divergências de lado em busca do bem comum. Unir forças e pacificar os conflitos é o caminho a ser percorrido para que possamos evitar grandes retrocessos e avançar rumo a novas conquistas.

É com esse espírito que conclamamos a todas e todos que fazem a Educação cearense ser referência nacional para somarmos esforços nas ruas e nas redes:

• Pelo pagamento dos Precatórios do FUNDEF aos professores aposentados, ativos, pensionistas, efetivos e temporários que trabalharam de 1998 aos dias atuais, haja vista que por meio da luta já conquistamos, em acordo judicial e em lei, o valor integral com juros e sem desconto de imposto de renda;
• Pela derrubada da taxação de 14% dos aposentados;
• Pela Convocação total do Cadastro Reserva (CR) do Concurso SEDUC 2018;
• Pela valorização dos Funcionários da Educação com parte dos 40% dos Precatórios do FUNDEF.

Desse modo, não podemos esquecer: a conquista dessas pautas só será possível se garantirmos a manutenção da normalidade democrática e da ordem constitucional em nosso país, por isso é importante que tenhamos consciência do nosso dever cívico no segundo turno da eleição presidencial. Nosso voto deve representar a defesa e a afirmação de nossas pautas, que têm a educação pública e a valorização de seus profissionais como alicerces.

Portanto, neste mês de outubro, vamos unir e pacificar para conquistar!