Na manhã desta quarta-feira (01), alunos das escolas municipais aprovados no Pró-Médio foram até o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE) para escolherem seus cursos. São 50 estudantes que agora têm a oportunidade de ingressar no Ensino Médio Profissionalizante do IFCE 2011. O encontro aconteceu na quadra poliesportiva do Instituto e contou também com a presença dos pais dos aprovados. O Pró-Médio é realizado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza, através da Secretaria de Educação (SME), e pelo Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IFCE) – referência no Ensino Médio e Tecnológico no Brasil. A parceria disponibiliza aos alunos do 9° ano que melhor se classificam e que atingem o perfil de conhecimentos requeridos pelo IFCE, 50 vagas dentre os vários cursos ofertados.

Para Hércules Gomes de Lima (aluno da EMEIF Diogo Vital de Siqueira – J. Walter), de 14 anos, um dos classificados com a melhor pontuação, “o projeto é de grande ajuda para os alunos que acabam de sair do Ensino Fundamental”. A felicidade também é compartilhada pelos professores, que se esforçaram para repassar seus conhecimentos, “a experiência é maravilhosa, fica a satisfação de ter colaborado com o sucesso deles, além do carinho e da amizade que fica”, conta a professora de Geografia, Giarlane.

O programa contribui de forma significativa para a conquista de um patamar de educação no Sistema Municipal Público de Ensino. “Entrar no IFCE é apenas um dos muitos degraus, nós temos vários casos de alunos do Pró-Médio que não conseguiram entrar, mas hoje estão cursando a UFC ou A UECE”, fala a coordenadora da SER VI, Socorro Braga.

A experiência investe na perspectiva do tempo integral do aluno na escola, por meio da ampliação da jornada escolar dos alunos do 9° ano. O Pró-Médio beneficia 1.200 alunos todos os anos.

FONTE: SITE SME – COM AC RÉSCIMO DA INFORMAÇÃO SOBRE A ESCOLA MUNICIPAL ONDE O ALUNO HÉRCULES AINDA ESTUDA, POIS ENTENDEMOS QUE O SUCESSO DOS ALUNOS TAMBÉM É MÉRITO DE SUA FAMÍLIA E DE TODOS OS PROFESSORES, GESTORES E SERVIDORES DAS ESCOLAS ONDE ESSES ALUNOS ESTUDAM, AFINAL, TAIS ALUNOS TÊM UMA HISTÓRIA CONSTRUÍDA AO LONGO DE 9 ANOS DE VIDA ESCOLAR NAS ESCOLAS DE ORIGEM.