A presidenta do Sindicato – APEOC, professora Penha Alencar, solicitou, anteontem, audiência à procuradora geral da justiça, Socorro França, pra formalizar as denúncias de professores e servidores da rede estadual de ensino contra descontos financeiros indevidos em contracheque de servidores estaduais, por determinação da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado, cumprindo, segundo explicações do governo, orientação expressa em Decreto do Governo que muda as políticas de pagamento através de consignação em folha de pagamento salarial, por intermédio de sindicatos e entidades de representação dos servidores públicos.

O governo, agora, só permite pagamento em consignação através da empresa ABC, contratada recentemente para prestar serviços ao Estado. Hoje, fonte de reclamações dos servidores.