Ministério Público desmonte na Educação de Jaguaruana.300XA direção do Sindicato APEOC vai denunciar ao Ministério Público problemas graves relacionados ao ensino público na cidade de Jaguaruana. O município vem sofrendo um desmonte dos serviços públicos no final deste ano. A constatação foi feita pela Comissão Municipal do Sindicato APEOC em Jaguaruana. A representante, Estenilda Oliveira, esteve em reunião com o vice-presidente, Reginaldo Pinheiro, na manhã desta terça-feira (29), na sede da entidade, em Fortaleza. Os advogados Ítalo Guerreira e Ítalo Bezerra também participaram.

Desmonte em Jaguaruana

Segundo a Comissão Municipal, a Prefeitura de Jaguaruana rescindiu vários contratos de professores temporários, merendeiras e auxiliares de serviços. O transporte escolar também teria sido suspenso parcialmente. O desmonte dos serviços públicos vem comprometendo a oferta do ensino na cidade. Segundo a Comissão Municipal do Sindicato APEOC em Jaguaruana, várias turmas estão sem aulas regulares por falta de professores. Alguns alunos voltam para casa antes do horário determinado. Sem merendeiras, muitas mães estariam fazendo o lanche das crianças nas próprias escolas, para garantir a refeição dos alunos.

O pagamento do salário dos profissionais contratados está atrasado desde setembro. Há rumores de que a Prefeitura não teria dinheiro também para pagar o vencimento dos professores efetivos referente aos meses de novembro e dezembro.

Providências

A direção do Sindicato APEOC reitera o pedido de audiência com a prefeita Ana Teresa Barbosa e com o secretário de Educação, Evanildo Pereira. Além disso, o Sindicato vai solicitar uma reunião com o prefeito eleito de Jaguaruana, Roberto Moreira, mais conhecido como “Roberto da Viúva”. Além da via administrativa, será feita uma denúncia formal junto ao Ministério Público para a possível abertura de um inquérito civil público para apurar as denúncias e enquadrar as responsabilidades do desmonte da Educação no município.