apeoc issec 2.pEm audiência realizada nesta sexta-feira (20-04-2012), com a Superintendente do Instituto de Saúde dos Servidores do Ceará – ISSEC, Dra. Lúcia Rocha, a Direção do Sindicato APEOC representada pelo Vice-Presidente, Reginaldo Pinheiro, o Secretário para Assuntos Jurídicos, Sérgio Bezerra, e as Diretoras Lilá e Magnólia cobrou melhorias para os usuários do ISSEC.

O professor Reginaldo iniciou a reunião colocando nossas principais reivindicações que são:

  • Ampliar o número de consulta por usuário no mês;
  • Credenciar médicos, clínicas e hospitais no Interior do Estado;
  • Solicitou informações sobre a realidade do ISSEC hoje no Ceará, e sobre a informação divulgada na semana, sobre a co-participação dos servidores nos gastos do ISSEC.

A Dra. Lúcia Rocha falou que entende a preocupação do Sindicato-APEOC quanto ao atendimento, pois é uma Entidade de grande importância para os servidores do Estado do Ceará, e que sua administração compreende estas reivindicações e disse que os recursos do IPEC atendiam a previdência e a saúde do servidor até 1999, porém com a mudança na Constituição Federal, a partir da Emenda Constitucional n° 20, o que o servidor contribui hoje é somente com a previdência.

Quanto aos recursos do ISSEC são investimentos exclusivos do Tesouro Estadual e quer discutir a realidade do ISSEC com muita transparência.

Continuou dizendo que os gastos na saúde saltaram de 42 milhões ano em 2006 para 97 milhões em 2011. Os recursos destinados para 2012 são 82.480.000 dividido por 12 meses, originando o duodécimo de R$ 6.873.333,00, com um investimento mensal “PER CAPITA” de R$ 60,00 (sessenta reais) por servidor.

Nos últimos dois anos houve significativa ampliação dos beneficiários do ISSEC com a inclusão do cônjuge da servidora, companheiro (a), filho universitário e principalmente os militares e seus dependentes.

Segundo a Superintendente, hoje o ISSEC atende a 139.280 usuários, já somados os quase 46.000 da Polícia Militar que ingressaram no sistema em 2011, e a média de atendimento saltou de 1,42 para 1,63 servidores ano.

Disse ter a certeza que para o atendimento melhorar é necessário que haja investimento dos servidores, como acontece na maioria das capitais e Estados, a altexemplo do Município de Fortaleza. Disse que uma das opções é a CO-PARTICIPAÇÃO, que o servidor pagaria junto com o Estado quando usasse os serviços, exceto no caso de internamento que o ISSEC assumirá os gastos.

O Sindicato-APEOC afirmou que a implantação de qualquer participação do servidor deverá ser precedida de um amplo debate com os servidores na Capital e do Interior do Estado, e que o Sindicato-APEOC não abrirá mão de participar e contribuir nesses momentos.

A Dra. Lucia informou que o assunto já começou a ser discutido na MENP (Mesa Geral de Negociação) com representantes do FUASPEC, Fórum Unificado dos Sindicatos e Associações de Servidores Estaduais, onde foi criado um grupo de trabalho, que se reunirá na sede do ISSEC no próximo dia 26-04-2012, para estudos. A comissão será paritária terá participação paritária de 3 representantes retirados na Mesa de Negociação e de 3 do ISSEC, e será bem vinda e rica a participação da APEOC.

Informou que a falta de médicos e clinicas credenciadas no interior é justificada pela falta de interesse dos médicos, pois o credenciamento é aberto para todos da Capital e Interior, e cada médico pode atender até 100 usuários mês. O valor pago por consulta é dentro da média de outros planos aproximadamente R$ 40,00. Disse ainda que técnicos do ISSEC viajaram no ano passado para 123 municípios com o objetivo de ampliar a rede de credenciados, mas infelizmente a adesão tem sido pouca. Também foi dito que no interior é comum ouvir o argumento de que credenciar no ISSEC, em muitos casos, não é vantagem, pois perderia o já cliente que paga a consulta particular.

Por último informou que o ISSEC prorrogou inscrições do Edital de Credenciamento para médicos, dentistas, fonoaudiólogos, psicólogos, fisioterapeutas, laboratórios, clínicas e hospitais da Capital e do Interior que tenham interesse em integrar a Rede de Atendimento ao beneficiário da Instituição.

Inscrições para Edital de Credenciamento são prorrogadas

Ao final o Sindicato reafirmou a necessidade de melhorar o atendimento e ampliar o debate sobre o ISSEC com todos os servidores públicos do interior e da capital, realizando audiência pública com ampla divulgação e participação, para que os servidores se manifestem democraticamente sobre o tema.

Compareceram também a reunião a Diretora Técnica da Saúde, Merilete Cavalcante, e o Administrativo e Financeiro, Olavo Peixoto.