A Assembleia Legislativa prestou homenagem póstuma ao centenário do poeta e educador Filgueiras Lima, quinta-feira, dia 26 de novembro. O propositor da solenidade, deputado Artur Bruno, lembrou que Filgueiras Lima na área da educação e cultura do Ceará, foi secretário de Educação e Saúde e fundou, em 1938, em parceria com Paulo Sarasate, o Colégio Lourenço Filho.

Na área cultural, Filgueiras Lima ocupou a 21ª cadeira da Academia Cearense de Letras e recebeu prêmios como a menção honrosa de poesia da ACL pelo livro Festa de Ritmos. “Apesar de ter dedicado a sua vida à educação, foi na literatura que ganhou fama e glória”, ressaltou Bruno.

Na ocasião, o filho de Filgueiras Lima e diretor geral do Colégio e Faculdade Lourenço Filho, Antonio Filgueiras Lima Filho, recebeu uma placa comemorativa em homenagem ao centenário do pai. “A educação para Filgueiras era um lema de vida. De pai carinhoso a educador de multidões”, disse o diretor.