Senado mantém a Educação fora do CONGELAMENTO

Uma vitória histórica, de virada, que mostrou a resistência ao desastre que seria o congelamento da Educação. Uma vitória construída com muito esforço. Desde o último sábado, dia 2 de maio, o Sindicato APEOC articulou, se empenhou e acreditou, quando muitos não acreditaram, falou diretamente com parlamentares, movimentos estudantis, com a categoria, e toda a comunidade escolar e enviou propostas. Mesmo em duas grandes frentes de batalha, uma na Câmara e Senado, com o congelamento, proposto pelos senadores, além da pauta local, com o descumprimento de acordo firmado com o Governo Estadual, conseguiu junto com as entidades gerais da Educação, conseguimos uma virada histórica.

Na Câmara conseguimos tirar a Educação do congelamento. No Senado, a exclusão da Educação foi mantida.

Essa luta contou com valoroso apoio parlamentar, e destacamos o grande companheiro, deputado federal do PDT cearense, Idilvan Alancar, do deputado federal do PSB de Alagoas, JHC, da deputada federal do DEM de Tocantins, Doririnha Rezende, do deputado do PCdoB de São Paulo, Orlando Silva, e da deputada Rosa Neide, do PT do Mato Grosso.

Conseguimos fortalecer a relação sindical com a parlamentar. Essa vitória também creditamos a esse apoio a essa nossa vontade de pensar grande, de ir até o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, solicitar e discutir a necessidade de preservar a Educação desse processo e também fazer articulações com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Ressaltamos também a participação decisiva do senador Cid Gomes, que respondeu prontamente ao nosso pedido de apoio e articulou dentro do Senado essa vitória espetacular.

Seguimos na luta sempre, articulando a formação de uma Frente Ampla em Defesa da Educação, da Democracia e dos Direitos dos Trabalhadores.

OUÇA A FALA DO PRESIDENTE ANIZIO MELO: