entrega documento dilma 030420131.pNa terça (02/04/2013), em reconhecimento à importância do educador e sindicalista Prof. Jaime Alencar para a educação cearense, a Presidenta da República, Dilma Rousseff; o Ministro da Educação, Aloísio Mercadante; e o Governador do Estado do Ceará, Cid Gomes; inauguraram, na Av. Rogaciano Leite, bairro Luciano Cavalcante, a Escola Estadual de Ensino Profissionalizante Jaime Alencar de Oliveira.

Na oportunidade, presidenta e diretores do Sindicato APEOC, por mais de 5 horas, conversaram com professores, alunos e diretores de escolas presentes em grande número à inauguração.

A Profa. Penha Alencar, diretora do Sindicato APEOC e viúva do homenageado, Prof. Jaime Alencar, fez o descerramento da placa de inauguração da Escola Profissionalizante, juntamente com Dilma, Cid Gomes e Aloísio Mercadante, e entregou à Presidenta da República documento cobrando mais recursos para a educação, nacionalização da carreira do magistério, e  valorização dos professores e aposentados. Este documento já havia sido entregue, em outras oportunidades, ao Governador do Ceará, ao Ministro da Educação e a  parlamentares cearenses.

O Sindicato APEOC reivindica para a educação pública, em termos de recursos, 100% dos Royalties do Petróleo, 10% do PIB e 50% do Fundo Social do Pré-Sal.

A Presidenta Dilma Rousseff, ao receber o documento do Sindicato APEOC, reafirmou seu desejo de que todos os royalties do petróleo sejam empregados na educação, e que as reivindicações do Sindicato iriam reforçar sua luta por mais financiamento para o ensino público brasileiro.

manifesto 03042013.pO documento também foi entregue, por uma delegação do Sindicato APEOC  ao Assessor da Presidenta Dilma, Ubirajara Augusto.

Dias 24 e 25 próximos, o Sindicato sai às ruas de Fortaleza em manifestação por mais recursos para a educação básica dos filhos e filhas dos trabalhadores cearenses e brasileiros.

 

“100% dos Royalties para Educação:

A distribuição que gera igualdade de oportunidades, desenvolvimento

sustentável social e ambiental!”

Prof. Anízio Melo, Presidente do Sindicato APEOC