justica aposentadosPor pura perseguição política, e sem direito à defesa, a Prefeitura de Camocim demitiu o professor Emanuel Erismar de Carvalho, o que provocou, de imediato, a reação do Sindicato APEOC, através de seu vice-presidente e  também advogado, Prof. Reginaldo Pinheiro. O Sindicato entrou com Ação na Justiça daquele município, obtendo total sucesso.

A Prefeitura recorreu, mas a 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Ceará, em socorro da sociedade e do ordenamento jurídico, manteve a Sentença Reintegratória emitida pela Justiça em Camocim, dando ganho de causa em favor do valoroso e combativo educador Emanuel Erismar de Carvalho.  

Agora, o Sindicato APEOC está ingressando com Ação de Indenização por Danos Morais contra a Prefeitura de Camocim pela utilização de métodos ilícitos, antieducacionais e condenáveis contra educadores do Ceará.

“A injustiça que se faz a um, é uma ameaça que se faz a todos”