Na primeira reunião da Mesa de Negociação APEOC e SEDUC, o professor Anizio Melo apresentou para a nova secretária da Educação, a professora Eliana Estrela, a Pauta de Reivindicações 2019.

Em discussão, Reajuste Salarial, Ampliação Definitiva, fim do teto do auxílio-alimentação, promoções e outras pautas importantes para a categoria.

O presidente da APEOC chamou atenção para o reajuste do piso salarial do Magistério na carreira estadual. Anizio Melo afirmou que não abre mão do percentual de 4,17% repercutindo na carreira, retroativo a janeiro de 2019 para ativos, aposentados e temporários.

Os dirigentes cobraram também o fim do teto do auxílio-alimentação, demanda antiga da categoria que já havia sido negociado com o governador.

Sobre a Ampliação Definitiva, o projeto está nas comissões da Assembleia Legislativa e a APEOC tem feito pressão no parlamento para que o PL seja votado em regime de urgência.

As promoções sem titulação do período 2016/2017 também foram tratadas na reunião. O processo foi finalizado. A repercussão financeira foi feita pelo governo, cerca de 30 milhões de reais, que estão no aguardo da liberação do governador. O Sindicato APEOC cobra a publicação imediata das promoções, com o pagamento do retroativo a setembro de 2017.

Outra pauta da reunião foi o pagamento do Prêmio Foco na Aprendizagem e gratificação das EEEP’s. As demandas dos funcionários da Educação também foram tratadas. Os profissionais lutam pela carreira estadual e concurso público.

Como encaminhamento, foi marcada uma reunião no dia 28 de fevereiro (quinta-feira), no gabinete do governador, no Palácio da Abolição.

Participaram da reunião o vice-presidente da APEOC, Reginaldo Pinheiro, o secretário-geral, Helano Maia, a tesoureira, Penha Alencar, a dirigente, Vera Lúcia, e o assessor jurídico, Ítalo Bezerra. Pela SEDUC, os secretários executivos Rogers Mendes e Rita Colares, a coordenadora de gestão de pessoas, Marta Emilia e o assessor jurídico Audízio Vieira.