Em reunião nesta terça-feira (23), a direção executiva do Sindicato APEOC aprovou a adesão a Greve Nacional da Educação no dia 15 de maio, ação promovida pela CNTE, para defender o financiamento da Educação, como o Novo FUNDEB, Precatórios do FUNDEF e Royalties para Educação, contra a DEFORMA da Previdência.

A reunião faz parte da 20ª semana em defesa e promoção da Educação Pública. Anizio Melo, presidente da APEOC, chamou atenção para a articulação que será feita no próximo dia 15 de maio, com trabalho intensivo nas escolas, chamando toda a categoria e os estudantes para a paralisação.

’Agora é fortalecer a Semana Nacional da Educação, o 1º de Maio, construir a Greve Nacional da Educação e seguir rumo à Greve Geral, contra a DEFORMA da Previdência e na defesa dos Precatórios do FUNDEF, Pré Sal e Novo FUNDEB, além de cobrar o cumprimento da Pauta Estadual dos Profissionais da Educação’’, afirmou Anizio Melo.