A presidente Dilma Rousseff, em seu discurso de posse no Congresso Naconal neste sábado, 01 de janeiro 2011, em Brasília, começou por fazer duas homenagens: às mulheres brasileiras e ao seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva.

“Venho para abrir portas para que, no futuro, muitas outras mulheres possam ser presidentas e para que todas as brasileiras sintam orgulho de ser mulher”, disse Dilma, ao reafirmar seu compromisso de “honrar as mulheres, proteger os mais frágeis e governar para todos”.

Dilma, que afirmou que pretende consolidar “a obra transformadora do maior líder popular que este País já teve”, Luís Inácio Lula da Silva, disse que o seu governo buscará o equilíbrio das contas públicas. Ela reiterou também a necessidade de garantir a estabilidade de preços.

“Para dar longevidade ao atual ciclo de crescimento, é preciso garantir a estabilidade, especialmente a estabilidade de preços.”

Dilma, que se emocionou em vários momentos do discurso, declarou que “professores e professoras são autoridades da educação e precisam de remuneração adequada”. Disse ainda que seu governo lutará pela erradicação da pobreza.