O deputado Professor Teodoro comentou, em pronunciamento feito no plenário da Assembleia Legislativa, o relatório “Professores do Brasil: impasses e desafios”, elaborado pela Organização das Nações Unidas (Unesco).

Segundo o deputado, os dados indicam que o professorado brasileiro é mal remunerado. Metade ganha menos que R$ 720,00 por mês. No Nordeste, a média é ainda menor: R$ 450,00.

O estudo aponta ainda que cerca de 10% dos professores dos ensinos infantil e fundamental não têm sequer o ensino médio. Cerca de 70% estudaram apenas em instituições públicas e 50,9% vêm de famílias de baixa renda.

Teodoro admitiu que avanços no ensino público aconteceram nos últimos anos. Contudo, diagnosticou a falta de um planejamento para o setor, o que acabou inviabilizando um aperfeiçoamento maior do setor. Na visão dele, isso só aconteceria caso os currículos dos cursos de licenciatura fossem reformulados, se os investimentos em formação profissional aumentassem, se houvesse cultura de valorização salarial e mais aplicações em infra-estrutura.