O Senado aprovou o projeto que cria o Vale-Cultura de R$ 50 para trabalhadores, servidores públicos federais e estagiários que recebem até cinco salários mínimos. Os aposentados também terão direito ao benefício, mas no valor de R$ 30. Os senadores incluíram ainda a possibilidade de usar o dinheiro para compra de revistas e jornais.

O projeto foi lançado em julho pelo Ministério da Cultura, em São Paulo. De acordo com a proposta, trabalhadores terão direito a um benefício no valor de R$ 50 mensais que poderão ser gastos em ingressos de cinema, teatro, shows, museus e na compra de livros, CDs e DVDs, compra de revistas e jornais, entre outros bens culturais. O Vale-cultura será distribuído, preferencialmente, em meio magnético e não pode ser convertido em dinheiro.