O governador Cid Gomes garantiu reajuste diferenciado para professores e policiais. Quanto a esta segunda classe, o percentual ainda não foi apresentado, mas, em relação ao magistério, a proposta é de um reajuste médio de 12%.

Os professores iniciantes de nível superior terão, segundo a proposta do governo, um reajuste de 13,5%. Os iniciantes especialistas, de 17% a 18%. Estas duas situações representam cerca de 80% da categoria.

Segundo o secretário de Finanças do Sindicato dos Professores do Estado do Ceará (APEOC), Anísio Melo, os percentuais são um bom ponto de partida e explica – “Nós podemos avançar mais. Iremos continuar as discussões na próxima quarta-feira”. Segundo Anísio Melo, existe expectativa de se elevar o reajuste linear, que é a reposição da inflação de 4,9%. “Aumentando o reajuste linear, também terá um aumento maior para os professores”, destaca.

Durante a reunião, o Sindicato – APEOC se posicionou contra a reposição das aulas em julho e pediu que o governador não envie ao Ministério Público a lista de punição aos professores. “Ele iria fazer isso ontem, sexta-feira, mas aceitou segurar até que finalizemos as negociações”.