Nesta sexta-feira, dia 22/07, às 08 horas, a diretoria do Sindicato APEOC estará no Palácio da Abolição, mais uma vez, cobrando do governo a data da Audiência de Cid Gomes com a entidade classista. Por duas vezes o governador Cid Gomes protelou reunião marcada com os educadores.

O Governo garantiu à categoria e ao Sindicato APEOC que, na próxima Audiência, apresentará proposta de readequação do Plano de Carreira dos Professores à Lei do Piso. A APEOC cobra que a Lei do Piso Salarial repercuta em toda a carreira do magistério, em todos os níveis salariais. Em pesquisa do Instituto APEOC, divulgada no último dia 12/07 em entrevista coletiva à imprensa, e entregue ao Governo do Estado, presidente da Assembleia Legislativa e secretária de Educação, o Ceará é o Estado com a 5ª pior remuneração de professor em todo o Brasil e a 4ª pior do Nordeste. O Ceará, em 2009, ocupou a 6ª pior classificação em remuneração de professor no país; e, agora em 2011, cai para o 5º lugar. O que se pode dizer com isso é que o Estado, em termos de pagamento de seus professores, encontra-se em ritmo da “Cantiga da Perua”: pior, pior, pior!

Desde a última segunda-feira, dia 18/07, as secretarias de Educação, Fazenda e Planejamento reúnem-se na elaboração da proposta do governo que será analisada pelo Sindicato APEOC e discutida com os professores da rede estadual em grande Assembleia Geral no dia 1º de agosto, às 15 horas, no Ginásio Paulo Sarasate. Na Assembleia Geral serão deliberados os rumos do movimento de luta dos professores em estado de greve.

A UNIÃO FORTIFICA A LUTA!